O Sal da Língua

Sons organizados de forma a exprimirem uma grande variedade de emoções.

O regresso de Ryan

 

tiger.jpg

O título quase parece sugerir que houve um tempo de maturação entre a fase criativa e de produção e o lançamento de Easy Tiger. Ryan Adams tem o dom da criação compulsiva de música e a editora tem-lhe feito sempre a vontade. O resultado é um incrível registo discográfico para a idade que tem, a solo ou com os The Cardinals. Desta feita, estamos a meio de Junho e 2007 ainda não tinha visto um novo trabalho de Adams. Se houve maturação, mal se nota. Os temas quase parecem ter sido gravados à primeira, o que no caso de Ryan Adams, é bom, muito bom. Depois do excelente 29, em que a faceta alternative rock/country aparece ainda mais definida, eis Easy Tiger. Inclui temas antigos e outros criados durante as digressões de 2006 e destaca Ryan Adams como um dos compositores rock a (continuar) a seguir nos próximos anos.

DL

nunoromano

Advertisements

No comments yet»

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: