O Sal da Língua

Sons organizados de forma a exprimirem uma grande variedade de emoções.

2007 revisto

 

guitarcircle.jpg

Best of 2007, nunoromano

Este foi um ano fantástico a nível musical. Houve diversidade, originalidade e variedade para todos os gostos. Excelentes discos, bons concertos. Através do twenty4hours mostramos, sobretudo, os músicos e as bandas que nos agradam individualmente, mas, em conjunto, acabamos por ser capazes de ir um pouco mais além na tentativa de acompanharmos as edições mais interessantes e as novidades que passaram pela filtragem que é normal fazermos. Ganhamos nós, ganha o blogue e ganha também quem por cá passa.

O top que se segue abrange os discos que considerei, pessoalmente, mais relevantes em 2007. Os meus critérios foram simples e são os que habitualmente uso nas minhas audições diárias: originalidade, relação equilibrada entre letras e música e aquela capacidade não palpável que a música tem de nos prender inexplicavelmente a um disco durante dias a fio. Chamemos-lhe capacidade viciante. De referir ainda que houve discos que foram ouvidos em grande parte durante 2007, mas que tiveram edição em 2006. Alguns deles teriam lugar no top do twenty4hours e também no meu. Entre eles estão Close to Paradise de Patrick Watson e Fur and Gold de Bat for Lashes. Houve outros lançamentos fenomenais este ano e foi custoso não os referir aqui. Mas esta é a altura de escolher aqueles discos que mais nos tocaram, para falar dos outros temos o resto do blogue!

Este é o meu top20 de 2007:
1 In Rainbows, Radiohead
2 Sound of Silver, LCD Soundsystem
3 The Flying Club Cup, Beirut
4 Neon Bible, Arcade Fire
5 Lady’s Bridge, Richard Hawley
6 Boxer, The National
7 Good Arrows, Tunng
8 Elegies To Lessons Learnt, iLIKETRAINS
9 Because of the Times, Kings of Leon
10 Ga Ga Ga Ga Ga, Spoon
11 Night Falls Over Kortedala, Jens Lekman
12 Wincing The Night Away, The Shins
13 Hissing Fauna, Are You the Destroyer?, Of Montreal
14 The Stage Names, Okkervil River
15 The Reminder, Feist
16 Release the Stars, Rufus Wainwright
17 Smokey Rolls Down Thunder Canyon, Devandra Banhart
18 Cease to Begin, Band of Horses
19 Hey Venus!, Super Furry Animals
20 Big City, Zita Swoon

Para além dos discos, houve esta ou aquela música que nos fizeram vibrar a dada altura e não podia passar ao lado delas nesta fase de balanço. É também uma forma de incluir outras bandas e músicos que estiveram em grande durante este ano. Assim, e aproveitando a oportunidade para brincar mais um bocado às misturas, deixo-vos 40:46 de música que resume para mim o que foi 2007. Inclui excertos pequenos, muitos pequenos ou minúsculos dos temas:

Dashboard (Modest Mouse), Get Go (New Young Pony Club), Japan (Cocorosie), New York I Love You (LCD Soundsystem), Going to a Town (Rufus Wainwright), Is There a Ghost (Band of Horses), Teardrop (José Gonzalez), 1234 (Feist), Bullets (Tunng), No Cars Go (Arcade Fire), Heinrich Maneuver (Interpol), Suffer for Fashion (Of Montreal), Conquest (The White Stripes), Nantes (Beirut), Mezcal Rite I (Tomahawk), Germany to Germany (Ratatat), +81 (Deerhoof), 23 (Blonde Redhead), Regarder la Lumière (Benjamin Biolay), The Opposite Of Hallelujah (Jens Lekman), My Egyptian Grammar (The Fiery Furnaces), D.A.N.C.E (Justice), Baby Ate My Eightball (Super Furry Animals), Rhythm & Soul (Spoon), She’s Got a Reason (The Coral), Dream Song (Scott Matthews), Slow Show (The National), Samba Vexillographica (Devendra Banhart), Supertheory of Supereverything (Gogol Bordello), That’s Entertainment (Rufus Wainwright), Magic Position (Patrick Wolf), Get Up Get Out (The Rosebuds), Death of an Idealist (iLIKETRAINS), 1970 (Retrato) (JP Simões), Valentine (Richard Hawley), Je Range (Zita Swoon), Unless It’s Kicks (Okkervil River), White Rabbit (Patti Smith), McFearless (Kings Of Leon), Flourescent Adolescent (Arctic Monkeys), Race to the City (The Cinematics), Bigger Hole to Fill (The Hives), Delivery (Babyshambles), Battleships (Travis), Follow the Lights (Ryan Adams), Red Rabbits (The Shins), Oh No (Lavender Diamond), The Way (Neil Young), In Our Bedroom After The War (Stars), To the Dogs or Whoever (Josh Ritter), Nothing Changes Round Here (The Thrills), Song Writes Itself (Pela), Atlas (Battles), All My Friends (LCD Soundsystem), Reckoner (Radiohead).

A ouvir directamente aqui ou download disponível aqui.

É possível que se cruzem, entrecruzem, misturem e corram em simultâneo. É uma verdadeira barrigada de som. Aceitam-se críticas e sugestões, é claro. Eu tenho uma participação aqui e ali, mas o verdadeiro convidado especial é outro: começa por M e acaba num A. Aceitam-se também sugestões para finais alternativos.

Obrigado por aparecerem, boa música a todos e bom ano.

nunoromano

Advertisements

No comments yet»

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: