O Sal da Língua

Sons organizados de forma a exprimirem uma grande variedade de emoções.

Kwassa Kwassa!

vampire.jpg

Vampire Weekend, Vampire Weekend (2008)

A música alternativa é capaz de grandes supresas, entre fusões e influências várias. Mas poucos têm ido tão longe como estes tipos. Até hoje (que eu saiba) nunca ninguém se tinha lembrado de misturar o rock com… a música soukous do Congo. Nem mais nem menos. Foram responsáveis por um dos EPs mais surpreendentes de 2007 e a prova de que é cada vez mais difícil acompanhar a rapidez com que surgem bandas tão originais e com tanta qualidade. O album de originais é editado no final do mês e promete ser um dos fenómenos de 2008.

Esta é a apresentação formal da banda:

The name of this band is Vampire Weekend. We are specialists in the following styles: “Cape Cod Kwassa Kwassa”, “Upper West Side Soweto”, “Campus”, and “Oxford Comma Riddim.”

O resultado é inexplicável e surpreendente. Para mim, a novidade e a inovação são dos valores que mais procuro na música e isto deixou-me de queixo caído. Agora vou ali ouvir isto outra vez e abanar a carola como se estivesse no Congo.

São estes, os meninos responsáveis pelo fenómeno:

Mansard Roof, Vampire Weekend

nunoromano

Advertisements

No comments yet»

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: