O Sal da Língua

Sons organizados de forma a exprimirem uma grande variedade de emoções.

The Duke Spirit, Neptune

duke.jpg

Mais um dos discos que mais tem surpreendido e dado que falar neste primeiro trimestre musical do ano. A tournée e os festivais estão aí e esta é das bandas de quem mais se espera um bom desempenho ao vivo. O som em disco é energético e ritmado, com arranjos que apelam ao ambiente de concerto. Já se sabe que cada vez mais esta transposição é problemática, mas as semelhanças com os The Magic Numbers fazem esperar algo de bom. Para além disso, Neptune apresenta uma estrutura invejável, com os músicos a mostrarem um grande à vontade em áreas tão diferentes com as sonoridades mais lentas, as instrumentações de metais em temas mais ritmados ou os riffs de guitarra a acompanhar a voz potente de Liela Moss. Muito do furor que os tem rodeado resulta das semelhanças com bandas ícone como Nick Cave & The Bad Seeds, Sonic Youth ou Pixies. De facto, estas parecenças são facilmente identificáveis e é fácil ficar fã da banda. Para além de tudo isto, no global Neptune resulta enquanto conceito e enquanto disco de canções. Bem conseguido, portanto.

Nota de Sal: 7,5/10
Referências. Pixies, The Gossip

Advertisements

1 Comment»

  antonio wrote @

Banda de bom nível.A sua sonoridade é parecida com a atual Paramore e uma sonoridade similar ao U2 no inicio de carreira ouça BOY – U2 ou Send away Tiger


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: