O Sal da Língua

Sons organizados de forma a exprimirem uma grande variedade de emoções.

Nick Cave And The Bad Seeds, Dig!!! Lazarus Dig!!!

dig.jpg

Não sou daqueles fãs die hard de Nick Cave, nem me gabo de ter os discos todos. É daqueles casos clássicos em que sou fã de músicas, não de discos e muito menos do personagem em si. Cave carrega o peso de bad boy da música alternativa e até é provável que mereça tal epíteto. Não fui também fã do projecto Grinderman de 2007 que tantos elogios recolheu, mas há sempre aquela curiosidade própria de ouvir um disco novo de Cave, principalmente com os seus Bad Seeds. E não é que Dig!!! Lazarus Dig!!! surpreendeu? É, de facto, um disco de canções fortes à medida dos autores, mas parece ter aquela capacidade de cativar os menos fãs. É menos agressivo ao toque, talvez. Ou então apanhou-me num dia bom. O certo é que tem rodado bastante por aqui. Nick Cave já ultrapassou o meio século de vida e continua a ser uma das figuras mais espontâneas e irreverentes da música moderna. É também assim que se constroem os mitos.

Nota de Sal: 8/10
Advertisements

No comments yet»

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: