O Sal da Língua

Sons organizados de forma a exprimirem uma grande variedade de emoções.

Tapes ‘N Tapes, Walk It Off

1199805_170x170.jpg

São vários os nomes e as bandas que se cruzam na história e nas fontes de inspiração dos Tapes ‘N Tapes. Walk It Off é o segundo disco de originais e a identidade musical começa a compor-se. Dave Fridman (produtor dos reis do psicadelismo da actualidade, os The Flaming Lips) ficou responsável pela produção, contribuindo para a tal identidade musicial da banda, sem deixar que os – necessários – devaneios musicais se tornassem demasiado expostos. Walk It Off está oriente para uma semi-celebridade e parece-me que a qualidade está lá. Há quem já tenha falado em Pixies ou Pavement para tentar enquadrar os Tapes. Mas o que certo é que os Pixies são utilizados como referência para meio mundo. Emocionalmente, conseguem colar-se aos Arcade Fire, com as devidas distâncias. O certo é que já vamos em três grandes referências, de onde só podemos tirar conclusões positivas. Os Tapes são mais uma das chamadas “blog bands” que foi capaz de aringir o nível superior. A bola está agora do lado deles. Espera-se uma boa digressão de promoção a Walk It Off e que consigam evitar o triste destino de outra das grandes blog bands, os Clap Your Hands Say Yeah.

Nota de Sal: 7/10
Referências: My Morning Jacket, Clap Your Hands Say Yeah

Advertisements

No comments yet»

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: