O Sal da Língua

Sons organizados de forma a exprimirem uma grande variedade de emoções.

Archive for Elbow

Take 12

01 We will walk through walls: Electric President
02 California Dreamer: Wolf Parade
03 Alphabet: The Notwist
04 The Youth: MGMT
05 So Nice So Smart: Kimya Dawson
06 Lon Chaney: Vetiver
07 Talking Bird: Death Cab For Cutie
08 Of Monsters & Heroes & Men: James
09 Forever After Days: The National
10 Popular Culture: dEUS
11 Giving up the hero: Zita Swoon
12 The Fix: Elbow
13 New Woman, New Man: Madrugada
14 Homelife: Adam Green
15 Title Music From Merchant Ivory’s Film “The Householder”: Jyotirindra Moitra & Ustad Ali

Take 6

Sexual Sportswear: Sébastien Tellier
Lie Down Here (And Be My Girl): Nick Cave & The Bad Seeds
Here Comes The Serious Bit: The Long Blondes
Send A Little Love Token: The Duke Spirit
Tape Song: The Kills
The Nest: Sons and Daughters
Rhinemaidens: The Envy Corps
Your Heart Is An Empty Room: Death Cab for Cutie
Mirrorball: Elbow
City Bells: The Autumn Defense
Dancing in the stacks: No Kids
Hunter: Portishead

Elbow, The Seldom Seen Kid

seldom_.jpg

Ao quinto disco de originais começa a ser caso para perguntar se os Elbow serão capazes de fazer um mau trabalho de estúdio. Aparentemente, não. Este The Seldom Seen Kid está ao nível do melhor que a banda já concebeu, em que Asleep in the Back e Leaders of the Free World são os preferidos aqui da casa. Disco de canções fortíssimas, ao melhor estilo épico e teatral, sempre de emoção à flor da pele. A banda de Guy Garvey está em forma plena e é, actualmente, uma das bandas mais apelativas ao vivo. Um concerto em Portugal começa a exigir-se depressa.

Nota de Sal: 8,5/10
Referências: iLIKETRAINS, The Dears