O Sal da Língua

Sons organizados de forma a exprimirem uma grande variedade de emoções.

Archive for The Beatles

Take 10


Intro Nune: Radiohead
01 Breathing Prana: Chinmaya Dunster
02 To Build a Home: The Cinematic Orchestra
03 New Star in the Sky: Air
04 Jubilee: El Perro Del Mar
05 Skinny Love: Bon Iver
06 Come Tenderness: Lisa Gerrard
07 Teardrop: Massive Attack
08 Anjinho da Guarda: Três Tristes Tigres
09 Delicate: Damien Rice
10 Heartbeats: José González
11 Soon the Spring: Lasse Matthiessen
12 The Source: Deuter
13 Reciting the Airships: Eluvium
14 Divine: Antony and the Johnsons
15 Serpentine: Chris Bathgate
16 Agaetis Byrjun (accoustic): Sigur Rós
17 Fake Plastic Trees (accoustic): Radiohead
18 Severance: Dead Can Dance


19 Lovely Lovely Love: Alaska in Winter
20 Strange Invitation: Beck
21 Sea of Love: Cat Power
22 Just Like a Woman: Charlotte Gainsbourg & Calexico
23 Doctor Blind: Emily Haines & The Soft Skeleton
24 Só tinha de ser com você: Elis & Tom
25 Changes: Seu Jorge
26 Yellow Submarine: The Beatles
27 You My Lunar Queen: Cousteau
28 Boobar: Tindersticks
29 Hey, Don’t You Cry: Stuart A. Staples
30 Serpentine: dEUS
31 Belle and Sebastian: Belle and Sebastian
32 Nature Boy: Lisa Ekdhal
33 Toothpaste Kisses: The Maccabees
34 John Wayne Gacy Jr.: Sufjan Stevens
35 Saddest Vacant Lot in the World: Grandaddy
36 String: Tunng
37 Eternal Flame: Joan as Police Woman
38 Love Will Tear Us Apart: Nouvelle Vague
39 Tire Swing: Kimya Dawson
40 Dream On Girl: Rita Redshoes
41 Seahorse: Devendra Banhart
42 Sacred Mountains: Aniwida And Nik Tyndal
43 JCB: Nizlopi
44 More Than This: Brian Ferry

Advertisements

Take 8

Regresso ao blogue e à emissão, após uma ausência forçada por doença.

Este take 8 surge por solicitação dos maiores desportistas que conheço, os meus pais. Assim aqui ficam sons para treino/competição.

I: LCD Soundsystem
Thunderstruck: AC/DC
Go West: Pet Shop Boys
Brakes On: Air
Jericho: Asian Dub Foundation
Treat Me Mean, I Need the Reputation: Xploding Plastix
Soy Loco Por Ti America: Caetano Veloso
Alala: Cansei de Ser Sexy
Song 2: Blur
Cish Cash: Basement Jaxx ft. Siouxsie Sioux
Another Excuse: Soulwax (DFA Remix)
Anything New: Digitalism
Superstylin’: Groove Armada
Never Win: Fischerspooner
Easy Love: MSTRKRFT
Feel Good Inc.: Gorillaz
4D: Bill Laswell
Help!: The Beatles
The Salmon Song: The Chemical Brothers
Bang On!: Propellerheads
Big Time Sensuality: Bjork
Over the Ice: The Field
Slow Hands (Britt Daniel Remix): Interpol
Rainin’ in Paradize: Manu Chao
Hasta Siempre Comandante: Robert Wyatt
Won’t Get Fooled Again: The Who
Raining Again: Moby
Amor (versão nocturna): Heróis do Mar
One More Time: Daft Punk
Phantom: Justice
Fly Paper: K-OS
Mansard Roof: Vampire Weekend
Lust for Life: Iggy Pop
Dare: Gorillaz (DFA Remix)
Silent Shout: The Knife
The Contemporary Fix: Lindstrom
Must Be the Moon: !!!
Tits & Acid: Simian Mobile Disco
You Gonna Want Me: Tiga
Blackened: Metallica
Seven Nation Army: The White Stripes
Because We Can: Moulin Rouge OST
Pomp and Circunstance N. 4 (Abridged): Edward Elgar

White Album Sessions, 1968

white.jpg

The Beatles, White Album Sessions (2CDs), 1968

As histórias sobre as famosas sessões de gravação de The Beatles, também conhecido como White Album, são muitas e variadas. Podem ser consultadas aqui, aqui e aqui, por exemplo. Para mim, esta é a fase mais profícua e inspirada da banda, de onde resultaram alguns dos temas mais bem conseguidos da carreira dos Fab Four e, consequentemente, da história do pop rock. Não é novidade para ninguém que a dupla Lennon/McCartney foi A dupla da história da música, mas parece-me que poucas vezes se explicou porquê. Esta gravação não oficial abrange temas incluídos em The Beatles, mas também temas ligeiramente alterados e outros inéditos e não incluídos. É a total divagação dos quatros músicos e dos produtores, onde talento e dispersão se misturam e alternam nem sempre da forma mais lógica. Os Beatles regressavam da estadia espiritual na Índia, com consequências díspares para cada um dos membros da banda, e este foi um primeiro princípio para os caminhos diferentes que cada um veio a seguir. Foi aqui que Yoko Ono começou a frequentar as sessões de gravação. Foi aqui que Ringo teve o primeiro amuo por se sentir pouco presente no processo criativo, foi aqui que começaram as sessões de gravação separadas, em que cada um aparecia a uma hora diferente para gravar a sua parte. Mas foi também aqui que a inspiração oriental foi mais forte, que começaram a gravar em oito pistas em vez das quatro habituais e que as reconciliações mais sentidas e emotivas tiveram lugar. Tudo isto transparece um pouco neste conjunto de gravações, onde fica a sensação de que cada tema traz consigo uma história diferente nas entrelinhas. Estes rapazes foram a grande força criativa musical da segunda metade do século XX. A nossa cultura iconográfica tem The Beatles escrito um pouco por toda a parte. White Album Sessions é uma espécie de pequena (mas significativa) peça do puzzle que foram os Beatles.

nunoromano

156 bpm, good times galore

“… deixemo-nos de pieguices, nós que, em segredo, as adoramos.”, António Lobo Antunes

Há momentos de êxtase difíceis de explicar, por mais que nos preparemos para eles. E depois fica-se neste impasse de não conseguir encontrar o modo de expressão adequado e de haver uma qualquer força a empurrar-nos para a frente do palco para fazermos uma macaquice qualquer. Algo que mostre que o momento é especial e que acabámos de testemunhar algo único.

Às vezes é possível achar essa forma de expressão numa frase, numa cena de um filme ou numa passagem de um livro. Ou na música, sempre na música. Foi nela que encontrei o conforto melódico e expressivo, uma casa para as emoções do fim da tarde. Assim:

Mellon Collie and the Infinite Sadness: The Smashing Pumpkins
Everyday Is Like Sunday: Morrissey
Anyone Can Play Guitar: Radiohead
The State I Am In: Belle and Sebastian
Ziggy Stardust: Bauhaus
Do You Realize??: The Flaming Lips
The One You Love: Rufus Wainwright
The Certainty of Chance: The Divine Comedy
Le Soleil Est Près de Moi: Air
Fistfull of Love: Antony and the Johnsons
Ocean Of Noise (by Arcade Fire): Calexico
Bachelorette: Björk
Ob-La-Di, Ob-La-Da: The Beatles
Up With People: Lambchop
JCB: Nizlopi
The Times They Are A-Changin: Bob Dylan
Severance: Dead Can Dance
Starálfur: Sigur Rós
Looking for Astronauts: The National
Só Tinha De Ser Com Você: Elis Regina E Tom Jobim
Glory Box: Portishead
Let’s Pretend: Tindersticks
Personal Jesus: Johnny Cash
Summer Days In Bloom: Maximilian Hecker
Inquietação: JP Simões
Who By Fire: Leonard Cohen
Eu E Voce (Me and You): Stan Getz with Astrud Gilberto
O Filho Que Eu Quero Ter: Vinicius de Moraes

nunoromano