O Sal da Língua

Sons organizados de forma a exprimirem uma grande variedade de emoções.

El Perro Del Mar, From The Valley To The Stars

perro.jpg

Este era um disco aguardado com alguma ansiedade aqui na casa e não posso dizer que tenha ficado desiludido. A surpresa é a primeira sensação que se tem, já que o disco anterior é declaradamente pop, numa simplicidade ainda maior do que nos Camera Obscura, por exemplo. Foi durante algum tempo um dos meus discos de eleição. Ao ouvir From The Valley To The Stars dos El Perro Del Mar (projecto alter-ego de Sarah Assbring) a primeira reacção que se tem é de respeito litúrgico, em grande parte devido ao órgão de tubos que está presente praticamente ao longo de todo o álbum. E como se conjuga isto com a pop naive e singela El Perro Del Mar? Da forma mais bem conseguida possível. Existe uma dualidade pastoral/telúrica, mas também religiosa e espiritual difícil de apreender e é essencial uma audição bem atenta. O que está aqui é um disco muito bem produzido que forma um excelente produto final e deixa a promessa de grandes momentos musicais. Estava preparado para um bom disco pop, mas talvez não para um grande disco.

Nota de Sal: 9
Referências: Camera Obscura, Goldfrapp

Advertisements

1 Comment»

  NakedSelf wrote @

Mais uma novidade para mim. Não considero a audição fácil, a sonoridade é claramente marcada pelo orgão de tubos. Sobressaem os temas Someday I’ll Understand e Your name is neverending.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: