O Sal da Língua

Sons organizados de forma a exprimirem uma grande variedade de emoções.

Leila, Blood Looms And Blooms

Apesar de já ter feito sentir a sua presença no mundo da música electrónica com Courtesy of Choice, Leila não é, de todo, das figuras mais prolíferas em termos de edição musical. Mas isto não significa que não se tenha mantido ocupada. Já produziu e participou em diversos discos de Björk e tem actualizado como DJ em diversas ocasiões. Neste momento, o seu DJ set está a fazer o aquecimento para os concertos de Björk em algumas datas da digressão de Volta.

Blood Looms And Blooms é um disco de talento puro, muito trabalhado e retocado. As estruturas musicais utilizadas por Leila não fora do vulgar, sendo que poucas vezes há espaço para estruturas que incluam refrões. A sonoridade é riquíssima, plena de originalidade nos instrumentos utilizados e os arranjos são surpreendentes em quase todos os temas. A isto acrescentam-se as boas participações especiais de Terry Hall, Martina Topley-Bird, Luca Santucci e Khemahl & Thaon Richardson. Trata-se de um disco adulto, feito por quem passou muito tempo em mesas de produção e em mesas de mistura. A isto junte-se a dose devida de irreverência. Eis Blood Looms And Blooms.

Nota de Sal: 8/10
Referências: Björk

Advertisements

No comments yet»

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: