O Sal da Língua

Sons organizados de forma a exprimirem uma grande variedade de emoções.

The Notwist, The devil, you + me

Não vou estar com rodeios. Este é para mim um dos melhores discos de 2008 até agora. É sobretudo de psicadelismo e de dream pop que é feito este The devil, you + me. Os alemães The Notwist vestiram já várias peles desde a fundação em 1989, muito em função da rotatividade dos membros da banda e das várias influências externas que sofreram ao longo dos anos. Curiosamente, trata-se de uma banda fortemente influenciada pela música electrónica, mas soa tudo tão orgânico, tão humano, que mal dá para reparar no detalhe. Neon Gold ficará certamente para a história da banda como o disco da afirmação, tal o poder e a capacidade demostrada pela banda. The devil, you + me traz todas as características de Neon Gold, com as necessárias alterações decorrentes da passagem dos anos: seis, mas propriamente. De salientar os arranjos instrumentais que intercalam a voz de Markus Acher, que falam tanto como as próprias letras. Sobram momentos contemplativos de beleza rara. Essencial neste ano.

Nota de Sal: 9,5/10
Referências: Archive, Four Tet

Advertisements

1 Comment»

  NakedSelf wrote @

Finalmente em escuta, num VICIANTE repeat mode. Fenomenal!


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: